15 dezembro, 2013

2013.12.15 Volta da Cavaca e da Ginja


A volta de hoje foi bastante divertida.
Após o pequeno almoço na nossa futura SEDE OFICIAL, tivemos o primeiro precalço: O Daniel estava com falta de ar nas suas rodas Ambrosio 27,5". Como o patrocinador que fornece o Ar (Mendes) estava a curar da ressaca do dia anterior (Noturno solidário em Silvares) e não apareceu, tivemos de ir à Bomba de gasolina. Verificado o problema com a válvula (tubeless) toca a colocar uma câmara que também estava com problema na válvula mas que deu para desenrascar. A temperatura era baixa, 4ºC, mas assim é que é fixe. Assim, pouco depois das 9h00 partimos em direção ao Sto António com destino ao Sameiro onde nos aguardava o reforço: cavacas e ginjinha de óbidos. Maravilha. A boa disposição foi dominante.
Após o repasto, e como alguns só tinham licença até às 11h00, o primeiro a desertar foi o Batista, na curva dos Padres. Aí já vinha o Nel Mendes de pernas abertas (Cepo encravado) e antes do restaurante mais alguns desertores. Dos que sobraram, ainda fomos até ao Hotel da Falperra, descemoa à quinta da Granja, passamoa por Sande e ainda fomos dar uma perninha ao Castro Sabroso voltando às Taipas pelo Avepark.
Chegamos pouco depois das 12h00 com pouco mais de 30 km e 16ºC de temperatura ambiente.

Carlos Silva

Sem comentários:

Enviar um comentário